Plasma de Argônio

Plasma de argônio No mundo são realizadas 500 mil cirurgias bariátricas por ano, sendo que no Brasil esse numero é de cerca de 60 mil cirurgias/ ano. O fato é que mais de 20 % dos pacientes reganham o peso perdido após as cirurgias para a obesidade. Para eles foram desenvolvidos inúmeros procedimentos visando conter esse ganho de peso e também oferecer nova chance para que o paciente volte a perder. Apesar de todos os esforços as dificuldades para encontrar a solução ideal são grandes, e a técnica mais promissora e com resultados bastante satisfatórios é a ablação com plasma de argônio.

Quando ocorre o reganho de peso após a cirurgia para controle da obesidade, deve-se levar em consideração os reais motivos desse ganho, assim a ação da equipe multidiciplinar associado a intervenção endoscópica pode resolver o problema. Causas de ganho de peso pós cirurgia bariátrica: – Ingestão alimentar errada – Uso abusivo de álcool – Uso de alimentos hipercalóricos com baixo poder de saciedade – Sedentarismo – Dilatação do novo estômago; – Dilatação da passagem entre o estômago e o intestino, fazendo com que a comida passe direto não oferecendo mais a saciedade ao paciente. Para resolver esse problema surgiu um novo e excelente procedimento endoscópico.

Aplicação de Plasma de Argônio é um procedimento endoscópico, realizado em regime ambulatorial que não necessita de internação.

A aplicação do argônio é feita ao redor da costura entre o estômago e o intestino ocasionando uma queimadura e quando essa lesão cicatriza ocorre uma retração da cicatriz diminuindo o seu diâmetro, devolvendo ao paciente a sensação de plenitude ou saciedade precoce que tinha logo após a cirurgia. O procedimento é realizado com toda segurança em ambiente adequado. Geralmente são 3 sessões com intervalo de 45 a 60 dias e o paciente já sente a diferença na primeira sessão , em alguns casos não necessitando do complemento. O retorno após a primeira aplicação deve ser mensal.

Confira informações relevantes sobre emagrecimento saudável